PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Alemanha critica ataques de Macron ao acordo Mercosul-UE

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Alemanha afirma que ameaçar bloquear o acordo Mercosul-UE não é a resposta apropriada ao que está acontecendo no Brasil.

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, acredita que a União Europeia deve ratificar seu acordo comercial com os países do Mercosul.

Merkel ressaltou, nesta sexta-feira (23), que a ameaça do presidente da França, Emmanuel Macron, de bloquear o acordo não contribui para a proteção da Amazônia, disse um porta-voz do governo alemão, segundo o site Bloomberg.

Na manhã de hoje, Macron disse que não aprovaria o acordo do Mercosul, fechado há apenas oito semanas, como forma de atacar o governo do presidente da República, Jair Bolsonaro, alegando que o líder do Brasil “decidiu não respeitar seus compromissos climáticos nem se comprometer com a biodiversidade”.

Enquanto os líderes do G7 começam a chegar a Biarritz, na França, para uma cúpula que começa no sábado (24), os comentários de Macron pegaram alguns líderes europeus de surpresa.

O porta-voz de Merkel disse que derrubar o acordo comercial do Mercosul não retardará o processo de desmatamento no Brasil, destacando que a negociação terminou com compromissos vinculativos sobre a proteção do clima.

Mais cedo, o governo alemão afirmou que os incêndios na Amazônia são uma situação urgente que deve ser debatida no encontro de cúpula do G7, como noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.