Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Alemanha critica retirada das tropas dos EUA da Síria

Alemanha critica retirada das tropas dos EUA da Síria
COMPARTILHE

A Alemanha criticou nesta quinta-feira (20) a decisão dos Estados Unidos de retirar suas tropas da Síria.

O governo de Angela Merkel considerou que “a ameaça” representada pela organização terrorista Estado Islâmico (EI) “não terminou”.

“O EI se retirou de posições, mas a ameaça persiste”, declarou o ministro das Relações Exteriores alemão, Heiko Maas, acrescentando que a decisão dos EUA “prejudica” a luta contra a organização e põe em perigo os êxitos alcançados até agora.

“Continuam ativas estruturas do EI no leste da Síria“, continuou Maas, que argumentou que a luta contra essa organização deve ser entendida como “de longo percurso” e na qual devem ser empregados meios militares e civis.

“É necessária uma ordem política que assegure o futuro”, destacou o titular de Exteriores antes de afirmar que a Alemanha trabalha com seus parceiros para levar adiante esse processo político, cujo mandato deve estar sob as Nações Unidas.

A reação de Berlim é uma resposta ao anúncio da Casa Branca do início da retirada das tropas na Síria, onde os Estados Unidos têm 2.000 militares.

Adaptado da fonte EFE

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários