Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Alemão pode perder carteira com US$ 220 milhões em bitcoin

Comissão da câmara vai analisar regras de criptomoedas
COMPARTILHE

Apesar da desconfortável situação, o alemão dificilmente teria o mesmo problema nos dias de hoje.

O programador Stefan Thomas, da Alemanha, é um usuário dos primeiros sistemas de armazenamento de bitcoin da história. 

Em 2011, nos primórdios da criptomoeda, Thomas produziu uma animação chamada “O que é Bitcoin”.  

Como pagamento para produção do vídeo, ele recebeu 7.002 unidades do ativo digital, que estão avaliados atualmente em mais de US$ 220 milhões

Agora, 10 anos depois, Thomas só tem mais duas tentativas para acertar a senha e acessar sua carteira onde guarda as bitcoins.  

Se falhar, o alemão perderá os fundos para sempre.  

Nos últimos anos, o alemão já fez oito tentativas de acesso, deixando apenas duas restantes. 

O arcaico sistema utilizado por Thomas dá aos usuários 10 tentativas de acesso ou os fundos são encriptados e bloqueados para sempre, tornado os milhões inacessíveis. 

Bitcoin quebra novo recorde ao ultrapassar barreira dos US$ 35 mil
Foto: Reprodução/Twitter

A revista Exame explica: 

“Como a maioria desses ativos são descentralizados, isto é, não têm uma entidade, empresa ou pessoa controladora, caso o investidor opte por fazer ele próprio a custódia dos seus ativos, a chave de acesso não fica armazenada em nenhum outro lugar senão na própria carteira.”  

E acrescenta: 

“Assim, não existe possibilidade de recuperá-la ou pedir ajuda a um serviço de suporte. Isso, claro, exige mais organização com o armazenamento das chaves de acesso por parte do usuário, o que não foi o caso de Thomas.” 

Apesar da desconfortável situação, Thomas dificilmente teria o mesmo problema nos dias de hoje.  

Com a ampla evolução do mercado de criptoativos, diversas empresas e serviços surgiram para resolver esse tipo de problema. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE