Português   English   Español
Português   English   Español

Alerta de suicídio para bilionário pedófilo ligado à família Clinton

Alerta de suicídio para bilionário pedófilo ligado à família Clinton
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Epstein já inspirou incontáveis notícias desde que foi acusado pela primeira vez por seus crimes sexuais em 2006.

Um predador sexual conectado com algumas das pessoas mais poderosas do planeta está em um alerta de suicídio dentro de uma prisão de Nova York, nos Estados Unidos.

O bilionário Jeffrey Epstein, 66 anos, foi encontrado no chão de sua cela na semana passada semiconsciente e com marcas no pescoço. Após passar por tratamento em hospital, ele está de volta ao presídio.

Epstein é amigo íntimo dos políticos esquerdistas Bill e Hillary Clinton. Segundo uma reportagem da Fox News de 2016, documentos judiciais mostram que o ex-presidente dos EUA voou no avião de Epstein pelo menos 26 vezes entre 2002 e 2003, algumas vezes abandonando a proteção do serviço secreto.

Bill Clinton divulgou um comunicado na semana passada negando qualquer conhecimento dos “crimes terríveis” de Epstein, alegando que ele só fez “um total de quatro viagens no avião de Jeffrey Epstein”.

No dia 8 de julho, Epstein foi acusado de tráfico sexual de menores. Depois que os investigadores encontraram US$ 70 mil em dinheiro, 48 diamantes e um passaporte estrangeiro com a fotografia de Epstein, em sua casa em Manhattan, ele foi considerado um risco de fuga e teve fiança negada pela Justiça.

Famosos por ser amigo de diversas celebridades do primeiro escalão e por sua preferência sexual por garotas menores de idade, Epstein inspirou incontáveis notícias desde que foi acusado pela primeira vez por seus crimes sexuais em 2006.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!