Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Aliança não usará fundo partidário em 2022, promete Bolsonaro

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Exame médico descartou câncer de pele, diz Bolsonaro
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

Ao falar da possível sanção ao fundão de R$ 2 bilhões para 2020, Bolsonaro fez promessa sobre a Aliança pelo Brasil.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta quinta-feira (9), que se o fundão eleitoral para 2020 for sancionado, o seu futuro partido, Aliança pelo Brasil, não usará os recursos nas eleições de 2022.

Durante transmissão ao vivo no Facebook, Bolsonaro afirmou:

“Deixo bem claro que, mesmo que seja sancionado o fundão, o partido novo em 2022 não vai ter fundo partidário. Uma parte do meu ex-partido que brigou pelo fundão. Quem usar o fundão em 2022, vai ser complicado, porque vai ter que prestar conta de 15 em 15 dias.”

Na opinião do chefe do Executivo, quem usar a verba vai perder voto. Bolsonaro ainda ressaltou que “não acha certo” usar dinheiro público:

“Ao usar o fundo partidário, fazer santinho… Vai ser o tiro pela culatra, vai perder voto. […] Não acho certo usar dinheiro público. No meu caso, me elegi presidente sem fundo nenhum. Os R$ 4 milhões foram fruto de doações.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram