Alimentação oral de Bolsonaro momentaneamente suspensa

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O estado de saúde do candidato Jair Bolsonaro (PSL) “continua estável, sem febre ou outros sinais de infecção”.

As informações foram obtidas em boletim médico divulgado na manhã desta quarta-feira (12) pelo Hospital Israelita Albert Einstein.

“Os exames laboratoriais permanecem estáveis”, afirmou a junta médica.

A alimentação pela boca foi momentaneamente suspensa “devido ao surgimento de uma distensão abdominal”, de modo que o candidato volta a ter “alimentação parenteral (endovenosa) exclusiva até a próxima avaliação”.

A nota é assinada pelos médicos Antônio Luiz Macedo (cirurgião); Leandro Echenique (clínico e cardiologista); e Miguel Cendoroglo (diretor superintendente do hospital).

Jair Bolsonaro, que teve alta ontem da UTI, segue em unidade de cuidados semi-intensivos.

 

Adaptado da fonte O Antagonista

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque