Português   English   Español

Alinhamento de Bolsonaro e Trump preocupa globalistas europeus

Para dirigente do principal conselho de diplomacia da Europa e ex-premiê da Suécia, a aliança entre Trump e Bolsonaro aproxima Brasil das “democracias imperfeitas”.

Carl Bildt é ex-primeiro-ministro da Suécia e co-dirigente do principal conselho pan-europeu de relações exteriores.

Segundo a revista Piauí, Bildt teme que países como o Brasil, que passam por um processo de transformação de sua política externa, acompanhem as posições mais duras dos Estados Unidos sobre tratados comerciais, organismos globais e acordos sobre preservação ambiental.

O globalista declarou:

O que me deixa preocupado de fato é Washington estar seguindo alguns conceitos que contrariam princípios diplomáticos importantes, com interpretações próprias de leis internacionais, causando uma nova desordem e novos desafios para a diplomacia. E isso servir como modelo para outros países, como o caso do Brasil, definirem suas posições.

Para Carl Bildt, a ascensão de Donald Trump representa riscos para o modelo de diplomacia multilateral – baseado em consenso, preferencialmente, ou decisão de maioria.

Em outras palavras, o ex-premiê sueco está preocupado com o surgimento de líderes que defendem a soberania das suas nações, o que pode prejudicar o avanço da agenda globalista.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter