Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Allan dos Santos será ouvido na CPMI das Fake News

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Allan dos Santos será ouvido na CPI das Fake News
COMPARTILHE

“Na CPMI da Fake News PT e Globo serão descartados na primeira oportunidade”, diz Allan dos Santos.

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News ouvirá amanhã, 5 de novembro, o jornalista Allan dos Santos, um dos fundadores do site Terça Livre

Allan foi acusado pelo deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) de ser um propagador de fake news e ataques virtuais contra opositores do governo Jair Bolsonaro.

Em entrevista ao site UOL, Frota declarou:

“Eles escolhem o alvo. Geralmente, ou o Allan dos Santos ou o Olavo de Carvalho dão a primeira dica, a primeira pancada, a primeira postagem. Isso depois de terem passado pelos criadores.”

A convocação de Allan foi solicitada pelo deputado Rui Falcão (PT-SP): 

“A atuação dos redatores de conteúdo dessa página na internet foi questionada desde a sua fundação, em 2014, por conta de inúmeras notícias falsas veiculadas por essa página.”

No último sábado (2), através da rede social Twitter, Allan teceu críticas à comissão: 

“Na CPMI da Fake News PT e Globo serão descartados na primeira oportunidade. O que está em jogo é a proximidade do Brasil com os EUA que é uma ameaça ao BRICS. Rússia e China querem IMPOR a mesma lei que usam em seus países: a ‘internet soberana’ em nome da segurança cibernética.”

O jornalista ainda comentou o depoimento de Frota à CPI na semana passada: 

“A estratégia do Frota MUDOU: agora ele afirma que meu CPF ou meu CNPJ NÃO estão na SECOM ou no SEGOV. Reconhecendo que NÃO RECEBO dinheiro público. Entretanto, MENTE ao dizer que uso uma empresa de fachada. Frota é a MAIOR FAKE NEWS dessa comissão.”

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.