Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Aloysio Nunes critica governo Bolsonaro por rejeitar pacto migratório da ONU

Aloysio Nunes critica governo Bolsonaro por rejeitar pacto migratório da ONU
COMPARTILHE

O chanceler do Brasil, Aloysio Nunes, disse ver com “desalento” os argumentos do futuro governo Bolsonaro sobre o pacto migratório das Nações Unidas.

A declaração de Aloysio Nunes foi publicada um dia depois do novo chanceler Ernesto Araújo anunciar na segunda-feira (10) que o país deixará o Pacto Global de Migração.

Araújo, que assumirá o cargo de Aloysio em 1º de janeiro, dia da posse de Jair Bolsonaro, afirmou que o pacto é um “instrumento inadequado para lidar com o problema”, conforme registrou a Renova.

Aloysio, através do seu perfil oficial no Twitter, rebateu os argumentos do futuro governo: 

Li com desalento os argumentos que parecem motivar o presidente eleito a querer dissociar-se do Pacto Global sobre Migrações. O Pacto não é incompatível com a realidade brasileira. Somos um país multiétnico, formado por migrantes, de todos os quadrantes

E acrescentou:

A questão é sim uma questão global. Todas as regiões do mundo são afetadas pelos fluxos migratórios, ora como pólo emissor, ora como lugar de trânsito, ora como destino. Daí a necessidade de respostas de âmbito global.

Promovido pela ONU (Organização das Nações Unidas), o chamado Pacto Global para uma Migração Segura, Ordenada e Regular foi aprovado ontem por mais de 150 países, registrou a Renova.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários