- PUBLICIDADE -

Alto-Comando do Exército preocupado com STF libertando Lula

Alto-Comando do Exército preocupado com STF libertando Lula

- PUBLICIDADE -

Militares do Brasil monitoram os protestos violentos no Chile, Equador, Peru e Colômbia, além das eleições na Argentina. 

O voto da ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, contra a prisão de condenados em segunda instância caiu mal no Alto-Comando do Exército Brasileiro.

Reunidos nesta semana em Brasília, segundo o jornal Estadão, generais se surpreenderam com o posicionamento da ministra na sessão do STF desta quinta-feira (24). 

Não é por menos. O voto de Rosa abriu caminho para que o Supremo mude a atual jurisprudência e, eventualmente, imponha uma derrota histórica à Operação Lava Jato.

Os militares demonstraram decepção porque há grande preocupação com a possibilidade de o STF abrir caminho para libertar o ex-presidente Lula da Silva (PT). 

Na visão dos generais, com países vizinhos em convulsão social promovida por movimentos de esquerda, o momento para a saída de Lula da cadeia não poderia ser pior.

Para os militares, ainda segundo o Estadão, o cenário externo pode fomentar discurso da esquerda para se reaglutinar com Lula fora da prisão.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -