Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Aluna entra com processo por doutrinação esquerdista em sala de aula

Aluna entra com processo por doutrinação esquerdista em sala de aula
Imagem: Reprodução/Getty
COMPARTILHE

Mãe e filha alegam prejuízos causados por professora de história. R$ 100 mil é o valor pedido de indenização.

Uma estudante de 16 anos e sua mãe entraram na Justiça pedindo reparação de danos contra o Estado de Santa Catarina

Elas alegam que foram vítimas de doutrinação esquerdista por parte de um professora da rede estadual de ensino. 

Ambas pedem R$ 50 mil de indenização para cada uma, somando R$ 100 mil.

Em um vídeo de 2018, que foi captado pela filha teria durante uma aula, a professora acusa o então candidato à Presidência, Jair Bolsonaro, de incitar a violência e propagar o ódio contra negros, índios e mulheres:

“Então vocês têm que conversar com os pais de vocês em casa, pessoal, porque não existe a possibilidade de alguém apoiar [Bolsonaro]. Se apoiar um cara que diz que o estupro é legítimo, que o negro voltar pra senzala é legítimo.”

Em uma carta anexa ao processo, segundo o jornal Folha de S.Paulo, a aluna cita outros episódios que se encaixariam como doutrinação ideológica. 

A professora teria afirmado, por exemplo, que pastores estão roubando dinheiro das pessoas. “Me senti constrangida pelo fato de ser cristã, e meus colegas sabiam disso”, disse a jovem.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários