Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Aluna entra com processo por doutrinação esquerdista em sala de aula

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Aluna entra com processo por doutrinação esquerdista em sala de aula
Imagem: Reprodução/Getty

Mãe e filha alegam prejuízos causados por professora de história. R$ 100 mil é o valor pedido de indenização.

Uma estudante de 16 anos e sua mãe entraram na Justiça pedindo reparação de danos contra o Estado de Santa Catarina

Elas alegam que foram vítimas de doutrinação esquerdista por parte de um professora da rede estadual de ensino. 

Ambas pedem R$ 50 mil de indenização para cada uma, somando R$ 100 mil.

Em um vídeo de 2018, que foi captado pela filha teria durante uma aula, a professora acusa o então candidato à Presidência, Jair Bolsonaro, de incitar a violência e propagar o ódio contra negros, índios e mulheres:

“Então vocês têm que conversar com os pais de vocês em casa, pessoal, porque não existe a possibilidade de alguém apoiar [Bolsonaro]. Se apoiar um cara que diz que o estupro é legítimo, que o negro voltar pra senzala é legítimo.”

Em uma carta anexa ao processo, segundo o jornal Folha de S.Paulo, a aluna cita outros episódios que se encaixariam como doutrinação ideológica. 

A professora teria afirmado, por exemplo, que pastores estão roubando dinheiro das pessoas. “Me senti constrangida pelo fato de ser cristã, e meus colegas sabiam disso”, disse a jovem.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email