Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Alunas da Itália protestam estudando na frente da escola fechada

Alunas da Itália protestam estudando na frente da escola fechada
COMPARTILHE

“Não poderia fazer mais um ano de ensino à distância”, diz estudante italiana.

Estudantes encontraram uma maneira interessante de protestar contra o fechamento de uma escola no norte da Itália devido ao aumento nos casos de coronavírus

Anita Iacovelli, de 12 anos, se recusa a ficar em casa. 

Ela vem todos os dias com sua cadeira de metal rosa e mesa dobrável para sentar do lado de fora da escola fechada em Torino, onde assiste suas aulas online num tablet. 

De chapéu, luvas e máscara, e sob o olhar de curiosos transeuntes, Anita sabe que este não é o local mais confortável para estudante. 

Mas, de acordo com a estudante, é muito melhor do que ficar em casa, como ela fez por semanas a fio durante o lockdown nacional da Itália no início deste ano. 

Em entrevista à agência France-Presse, Anita declarou: 

“Quando eles disseram que as escolas iriam fechar, pensei que não poderia fazer mais um ano de ensino à distância.” 

 E acrescentou: 

“Tenho saudades de tudo na escola: aulas cara a cara, olhar os professores nos olhos e não através de uma tela, estar com meus colegas.” 

Outros alunos logo se juntaram ao protesto de Anita em frente à escola Italo Calvino, que começou quando Torino e áreas vizinhas foram classificadas como zona “vermelha” de alto risco para coronavírus no dia 6 de novembro. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE