- PUBLICIDADE -

Alunos da Coreia do Norte fazem provas sobre a vida do ditador

Alunos da Coreia do Norte fazem provas sobre a vida do ditador
- PUBLICIDADE -

Detalhes sobre o currículo escolar da Coreia do Norte escaparam de um dos países mais fechados do mundo.

O currículo escolar da Coreia do Norte prevê que, ao longo de cinco anos do ensino fundamental, os alunos estudem por 684 horas, o mesmo que 28 dias, uma disciplina doutrinadora que conta com livros didáticos de apoio, aulas expositivas e a realização de provas.

O assunto é: a vida e a obra do líder supremo Kim Il-sung, ditador que liderou o país de 1948 a 1994.

E esta não é a única matéria dedicada a doutrinar os alunos a respeito da biografia de seus governantes. Existem disciplinas sobre o sucessor, Kim Jong-il, que morreu em 2011, e seu filho e terceiro e atual líder, Kim Jong Un, informa o jornal Gazeta do Povo.

Diante desse tipo de informação, não é difícil entender por que, quando os dois primeiros líderes do país morreram, a imprensa local registrou casos de suicídio e de centenas de pessoas saindo às ruas para chorar copiosamente.

Afinal, na Coreia do Norte, a educação é obrigatória por 11 anos, por determinação da Constituição do país, e boa parte do currículo se dedica a ensinar os alunos a admirar seus governantes sem questioná-los.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -