Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Alvaro Dias diz que Maduro comanda uma ‘ditadura sanguinária’

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

O candidato do Podemos à Presidência, Alvaro Dias, afirmou que, caso fosse presidente, não teria apoiado o regime socialista de Nicolás Maduro.

Em entrevista concedida à Rádio O POVO CBN nesta segunda-feira (20), Alvaro Dias definiu o mandato venezuelano como “ditadura sanguinária”.

O político defendeu o apoio aos refugiados venezuelanos no Brasil e criticou o governo brasileiro por ser “imprevidente” ao não ter antecipado a situação que acontece no país.

“Se eu fosse Presidente da República, não teria apoiado esse governo da Venezuela. Nós não podemos ser desumanos e enxotá-los, jogá-los às feras e à morte”, disse o candidato do Podemos.

Dias afirmou que o Brasil tem problemas de desemprego, mas tem que receber “essa gente e dar um tempo para que elas possam se acomodar em outro local”.

 

Adaptado da fonte O Povo
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM