Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Alvim assume erro por discurso inspirado em Goebbels

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Alvim assume erro por discurso inspirado em Goebbels
Imagem: Nilton Fukuda/Estadão Conteúdo
COMPARTILHE

“Errei terrivelmente”, diz Alvim após ser demitido do governo pelo presidente Bolsonaro.

Roberto Alvim, ex-Secretário Especial da Cultura, divulgou, neste domingo (19), um áudio e um comunicado a seus contatos no aplicativo WhatsApp em que assume a responsabilidade pelo controverso discurso que gerou sua demissão.

Alvim foi demitido do cargo pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, por causa de um vídeo em que se inspira no nazista Joseph Goebbels, ministro da Propaganda do ditador alemão Adolf Hitler.

O comunicado é uma resposta a rumores de que o texto lido por Alvim havia sido redigido por assessores.

Alvim diz que seus assessores, Alessandro Loiola, Alexandre Leuzinger e Denia Magalhães, “não têm nada a ver com a escritura”.

“Eu escrevi o texto do meu discurso no vídeo, a partir de várias fontes e ideias, que me chegaram de muitos lugares”, acrescenta o ex-secretário.

“Não percebi nada errado ali… mas errei terrivelmente ao não pesquisar com cuidado a origem e as associações de algumas frases e ideias e assumo a responsabilidade por meu erro. Perdi tudo por causa desse erro terrível”, completou Alvim, segundo a revista Veja.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram