PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Ambientalistas em alerta após morte de pinguim que engoliu máscara

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“É a prova inequívoca de que esse tipo de resíduo causa mal e mortalidade também na fauna marinha”, diz ambientalista.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Os riscos ao meio ambiente causados pelos resíduos da pandemia de coronavírus acenderam um alerta nos ambientalistas.

Dois dias após o feriado de 7 de setembro, um pinguim foi encontrado morto, na Praia de Juquehy, em São Sebastião (SP).

A autópsia realizada apontou que havia uma máscara facial N95 enrolada em seu estômago.

O animal da espécie Pinguim-de-Magalhães foi encontrado pela equipe do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) do Instituto Argonauta para Conservação Costeira e Marinha que foi acionada para recolher o pinguim. 

De acordo com informações da equipe técnica, ele estava muito magro e com muita areia em todo o corpo.

Hugo Gallo Neto, presidente do Instituto Argonauta, atenta para os problemas que estão sendo ocasionados pelo descarte inadequado de resíduos, em especial a esse tipo de lixo da pandemia:

“Nós já vínhamos alertando o aparecimento de máscara, e esse caso é a prova inequívoca de que esse tipo de resíduo causa mal e mortalidade também na fauna marinha, além da irresponsabilidade da pessoa que dispensa uma máscara em um lugar inadequado, pois é um lixo hospitalar com risco de contaminação de outras pessoas.”

O instituto tem registrado o descarte inadequado de aparatos de segurança. Do dia 16 de abril até o dia 13 de setembro deste ano, foram encontradas um total de 113 máscaras descartadas de forma incorreta nas praias do litoral norte de São Paulo, destaca a revista Exame.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.