Ameaçadas de extinção, 52 ararinhas-azuis retornam ao Brasil

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Duas décadas após serem extintos da natureza, os animais desembarcam na cidade de Petrolina.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, acompanhou, nesta terça-feira (3), o desembarque de 52 ararinhas-azuis no aeroporto Senador Nilo Coelho em Petrolina, em Pernambuco

Duas décadas depois de serem extintas do seu ambiente natural, as aves, que estavam na Alemanha, foram levadas para um centro de recuperação em Curaçá, na Bahia.

Segundo o portal G1, Salles declarou:

“Nós chegamos a essa situação de quase extinção, graças a uma questão de comportamento da sociedade, quer seja daqueles que praticaram ou permitiram que se praticasse medidas que contribuíram para extinção, ou quase extinção da espécie e portanto, a educação ambiental nesse aspecto também desenvolve, tem um papel fundamental.”

A ararinha-azul, espécie que é exclusiva da caatinga, era considerada extinta da natureza desde o ano 2000, principalmente por causa das ações de caçadores e traficantes de animais. 

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.