Português   English   Español

“Amigo do Papa” que visitou Lula é preso na Argentina

O esquerdista argentino, que alega ser amigo do Papa Francisco, foi preso pela polícia de Buenos Aires enquanto participava de um protesto pela liberação de militantes detidos.

O membro da Confederação de Trabalhadores da Economia Popular (CTEP), Juan Grabois, foi preso pela Polícia de Buenos Aires na noite de terça-feira (18), enquanto participava de um protesto pela liberação de militantes, conforme reportado pela Carta Maior.

A manifestação em frente à delegacia pedia a liberação de seis vendedores ambulantes senegaleses, que foram presos horas antes pelas forças policiais da Argentina, na estação de trem de Constituição, segundo informações do portal Terra.

No mês de junho, o esquerdista argentino ganhou notoriedade no Brasil ao levar a Luiz Inácio Lula da Silva um rosário supostamente enviado pelo próprio Jorge Bergoglio.

Apesar de uma grande cobertura midiática, dias depois, Renova Mídia informou que tudo não se tratou de uma grande encenação.

Deixe seu comentário

Veja também...