Amoêdo defende isolamento forçado para quem recusar vacinação

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Quem decide não tomar vacinas [...] não deveria poder frequentar espaços públicos”, diz Amoêdo.

O político João Amoêdo, cofundador do Partido Novo, defendeu, neste domingo (18), o isolamento forçado daquelas pessoas que não aceitarem tomar uma possível vacina contra o coronavírus.

Em mensagem no Twitter, Amoêdo disse que a “vida em sociedade pressupõe liberdade com responsabilidade”.

O candidato à Presidência derrotado em 2018 ainda acrescentou:

“Quem decide não tomar vacinas, que evitam doenças contagiosas, não deveria poder frequentar espaços públicos, ruas, hospitais e escolas. E sim, permanecer isolado até que todos os demais sejam vacinados.”

Amoêdo vem sendo alvo de duras críticas nas redes sociais desde a publicação da mensagem. Confira a mensagem.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.