Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Âncora da CNN é alvo de críticas por acusar Trump de difamação

Âncora da CNN é alvo de críticas por acusar Trump de difamação
COMPARTILHE

Jornalista e emissora foram acusados de hipocrisia. Tapper é um dos principais críticos de Trump na imprensa.

Jake Tapper, âncora da CNN, foi alvo de uma onda de críticas nas redes sociais, neste domingo (17), depois de acusar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de “lançar uma campanha de difamação sem precedentes contra qualquer rival”.

Ao comentar sobre as recentes críticas do ex-presidente Barack Obama à liderança de Trump durante a pandemia de coronavírus, Tapper acrescentou:

“As críticas de Obama chegam em um momento em que o presidente Trump e sua equipe estão lançando uma campanha de difamação sem precedentes contra qualquer rival. Eles levantam alegações selvagens e falsas contra críticos da mídia e rivais políticos, que vão desde bizarras teorias de conspiração a falsas alegações de pedofilia, até sugerem que uma âncora da TV cometeu assassinato.” 

O âncora da CNN completou:

“Essas campanhas de difamação são sem amarras com a realidade. Eles são dementes e indecentes, parecendo projetados para nos distrair dessa terrível crise econômica e de saúde.”

Mas os críticos da CNN não aceitaram as alegações de Tapper calados. Eles observaram que o âncora lançou uma variedade de difamações contra Trump e seu governo, incluindo o impulsionamento da falsa narrativa de conluio com a Rússia

Os usuários das redes sociais também apontaram para as alegações não corroboradas de agressão sexual supostamente cometidas por Brett Kavanaugh, juiz indicado por Trump para uma cadeira na Suprema Corte.

“Diz o homem no centro da maior campanha de difamação da história. Disse repetidamente ao povo americano — sob o disfarce de notícias — que seu presidente estava sendo controlado por um adversário estrangeiro”, disse Tom Shattuck.

“Jake deve assistir aos arquivos da CNN dos últimos 4 anos”, ironizou o jornalista Derek Hunter.

“A CNN não mentiu sobre o conluio com a Rússia?”, questionou o apresentador John Cardillo.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE