Anvisa suspende estudos clínicos da vacina Covaxin

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Anvisa suspende estudos clínicos da vacina Covaxin no Brasil.

A Anvisa suspendeu de forma cautelar, na noite desta sexta-feira (23), os estudos clínicos da Covaxin no Brasil.

Os ofícios comunicando a suspensão cautelar foram enviados ao Instituto Albert Einstein, coordenaria os testes com a vacina indiana contra a Covid-19, e à patrocinadora do estudo, a empresa Precisa Medicamentos.

A aplicação da vacina em voluntários brasileiros não chegou a acontecer.

A suspensão foi realizada em decorrência do comunicado da empresa indiana Bharat Biotech, enviado para a Anvisa horas antes.

No texto, a farmacêutica indiana, que produz a Covaxin, informa que a empresa Precisa não possui mais autorização para representar a Bharat no Brasil, o que inviabiliza a realização do estudo, na avaliação da Anvisa.

A Bharat negou a autenticidade de dois documentos enviados pela Precisa Medicamentos para o Ministério da Saúde.

Os papéis que tratavam da negociação de doses tinham carimbo e assinatura de um suposto diretor-executivo, além de erros de grafia no nome do laboratório e de endereço.

Em nota, a empresa indiana disse que os documentos não foram emitidos pela empresa ou por seus executivos.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.