Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ao lado de Maradona, Maduro xinga democracias e apoia ditaduras

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

No último comício antes da fraudulenta eleição deste domingo (20), o ditador e candidato a reeleição Nicolás Maduro xingou os presidentes da Colômbia e Argentina.

No último comício antes da eleição deste domingo (20), o ditador e candidato a reeleição Nicolás Maduro xingou os presidentes Juan Manuel Santos, da Colômbia, e Mauricio Macri, da Argentina.

“Santos, vai pro cara*** não nos importa o que você pensa”, disse o ditador, diante de uma platéia faminta vestida de vermelho, no centro de Caracas.

De acordo com informações da Gazeta do Povo:

Ao lado do ex-jogador argentino Diego Maradona, aliado do chavismo e da ex-presidente Cristina Kirchner, Maduro chamou Macri de lixo por voltar a recorrer ao FMI (Fundo Monetário Internacional).

Por outro lado, saudou o apoio do presidente da Turquia, Recep Tayyp Erdogan, que promove uma escalada autoritária em seu país.

Além da Turquia, disse que China, Rússia, Belarus, Irã e Índia (grupo de países que inclui ditaduras e territórios em que a democracia sofre ataque) são “o novo mundo que se levantou e com o qual estamos firmemente conectados”.

 

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram