Apenas 9 das 33 obras da Odebrecht na Venezuela foram concluídas

Apenas 9 das 33 obras contratadas pela ditadura venezuelana junto à empreiteira brasileira Odebrecht foram realizadas.

De acordo com relatório divulgado pela ONG Transparência Venezuela, não foram encontrados documentos suficientes para permitir uma investigação.

Das 33 obras assinadas pela Odebrecht na Venezuela, “só conseguimos cópia de nove”, afirma a ONG, que acusa a justiça venezuelana de “falta de transparência e silêncio”.

De acordo com informações da Isto É:

A organização afirma que 20 contratos com a empresa superam 29,974 bilhões de dólares.

Com base nas confissões de executivos da Odebrecht, a ONG indica que, excluído o Brasil, “a Venezuela é o país onde a empresa pagou a maior quantia de subornos para obter contratos”.

Embora funcionários da Odebrecht tenham afirmado em um tribunal de Nova York que a empresa pagou 98 milhões de dólares a funcionários do governo venezuelano para obter os contratos, a ONG calcula que os subornos seriam superiores a 1,3 bilhão de dólares.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *