Após conversa com Bolsonaro, Macri classifica Venezuela como ditadura

Idiomas:

Português   English   Español
Após conversa com Bolsonaro, Macri classifica Venezuela de ditadura
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Bolsonaro recebeu nesta quarta-feira (16) o presidente argentino, onde abordaram o futuro do Mercosul e a crise na Venezuela.


Pouco antes do encontro com o líder argentino, no Palácio do Planalto, em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro escreveu no Twitter:

“É a primeira visita oficial de um Chefe de Estado ao Brasil desde a minha posse. Uma grande oportunidade de reforçar os laços de amizade com essa nação irmã!”.

Após o fim da reunião bilateral, o presidente Bolsonaro e seu homólogo argentino, Maurício Macri, falaram por alguns minutos com a imprensa.

Bolsonaro afirmou que tratou com Macri de combate ao crime organizado, defesa, ciência e tecnologia, energia nuclear, dinamização do comércio.

O presidente da República também ressaltou que Brasil e Argentina devem atuar na defesa da liberdade e da democracia na região, citando o caso da Venezuela.

O chefe de Estado da Argentina foi mais enfático em seu pronunciamento sobre o regime de Nicolás Maduro.

Macri afirma que seu país condena a “ditadura de Nicolás Maduro” na Venezuela, uma “zombaria à democracia”.

O líder argentino afirmou ainda que Maduro quer se manter no poder com eleições “fictícias” e constrangendo os opositores.

Para finalizar, o presidente argentino também confirmou que reconhece a Assembleia Nacional da Venezuela – parlamento comandado pelo presidente interino Juan Guaidó – como única instituição legítima do país vizinho.

O governo brasileiro também seguiu um caminho parecido dias atrás, conforme noticiou a RENOVA.

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...