Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Após igreja ser fechada, cristãos chineses pregam nas ruas

COMPARTILHE

Membros de uma igreja doméstica fechada recentemente em Chengdu, China, decidiram sair e pregar nas ruas. Um vídeo com o trabalho evangelístico foi divulgado pela missão China Missions.

O material, publicado pelo obreiro Christopher Gregory mostra os fiéis em um parque da cidade, cantando, e pregando em público, o que é proibido no país.

Em alguns momentos do vídeo é possível vê-los entoando a música “Nada além do sangue de Jesus” e anunciando o evangelho. Um dos líderes da igreja empunha uma Bíblia numa mão e o microfone na outra.

De acordo com Gregory, o pastor havia sido detido por policiais, mas foi solto e logo se juntou aos demais. Foram dois cultos em público, um pela manhã e outro no início da noite do domingo (9).

O obreiro Gregory declarou:

As autoridades fecharam o templo na semana passada e pensaram que seria nosso fim, mas não foi. As pessoas levaram a mensagem do Evangelho para as ruas e fizemos cultos nos parques. Eles observavam surpresos, sem saber o que fazer.

E acrescentou:

Pela primeira vez, pessoas em toda a China estão dizendo ‘NÃO’ ao que o Partido Comunista quer: controle. Querem controlar o que elas podem fazer, no que podem crer, onde podem ir e o que podem dizer. Este é mais um sinal de que algo está começando a se formar aqui na China, um chamado para a democracia.

Dias atrás, Renova Mídia publicou nova matéria sobre a intensa perseguição do regime comunista contra comunidades cristãs em várias províncias da China.

Adaptado da fonte Gospel Prime

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE