- PUBLICIDADE -

Após mirar em Salles, Maia ataca presidente do Banco Central

Rodrigo Maia diz ter sido ameaçado por governador
Imagem: Reprodução/Agência Câmara

Maia e Campos Neto conversaram dias atrás. Deputado não gostou da repercussão.

- PUBLICIDADE -

Cada vez mais perto de deixar o comando da Câmara, o deputado Rodrigo Maia (DEM) ativou uma máquina de ataques contra membros do governo Jair Bolsonaro.

Após ofender publicamente o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, o parlamentar mirou, nesta quinta-feira (29), em Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central (BC).

Em mensagem no Twitter, Maia disse que Campos Neto vazou para imprensa o conteúdo de uma conversa particular que os dois tiveram:

“A atitude do presidente do Banco Central de ter vazado para a imprensa uma conversa particular que tivemos ontem não está à altura de um presidente de Banco de um país sério.”

Maia e Campos Neto conversaram dias atrás porque o presidente do BC está preocupado com a crise política no Brasil.

Como de costume, Maia culpou o governo Bolsonaro por essa crise política. A acusação vazou para imprensa.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -