Após STF, líderes do Congresso também querem reajuste

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Agora que o reajuste do salário dos ministros do STF foi sancionado por Michel Temer, membros do Legislativo já se movimentam para engordar seu contracheque.

Líderes do Congresso dizem que, após o presidente Michel Temer sancionar o reajuste do salário dos ministros do Supremo, haverá um movimento para que o Legislativo também engorde seu contracheque.

Deputados e senadores vão se agarrar no argumento de que há pressão dos servidores, segundo informações da Folha.

O reajuste para ministros do STF, de R$ 33 mil para R$ 39 mil, foi aprovado no Senado no dia 7 de novembro. Temer tinha até esta semana para sancionar ou vetar, mas tomou sua decisão nesta segunda-feira (26)

A decisão do presidente do Brasil foi seguida da decisão do ministro dos STF, Luiz Fux, acerca da extinção do auxílio-moradia para magistrados, conforme noticiou a Renova Mídia.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.