Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Apple remove aplicativo usado por manifestantes em Hong Kong

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Apple remove aplicativo usado por manifestantes em Hong Kong

A companhia também removeu o BackupHK, um aplicativo que servia como um app reserva para o HKmap.live.

A Apple removeu de sua loja o HKmap.live. O aplicativo funciona com um mapa que indica a localização de protestos, quantidade de policiais e número de ruas fechadas.

Manifestantes de Hong Kong estavam fazendo muito uso do app para rastrear os movimentos da polícia em meio aos protestos violentos dos últimos quatro meses.

A empresa dos Estados Unidos disse que o aplicativo estava sendo usado para emboscar autoridades policiais, mas fica evidente que a pressão do regime comunista da China foi decisiva para a decisão da Apple.

“A Apple pretende ser cúmplice desses agitadores?”, disse uma publicação recente do jornal estatal People’s Daily.

Em um comunicado, segundo o site Olhar Digital, a empresa disse que iniciou uma investigação imediata depois que “muitos clientes preocupados em Hong Kong” entraram em contato para falar sobre o aplicativo e a Apple descobriu que havia colocado em risco policiais e moradores.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email