Português   English   Español
Português   English   Español

Apreensão de cocaína pela Receita dispara 92% na era Bolsonaro

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Apreensão de cocaína pela Receita dispara 92% na era Bolsonaro

Brasil é utilizado como rota de passagem da cocaína para Europa. Volume é 92% superior ao apreendido no primeiro semestre de 2018.

Informações fornecidas pelo Ministério da Economia mostram que, entre janeiro e junho deste ano, a Receita Federal apreendeu 25,3 toneladas de cocaína em portos, aeroportos e demais locais de fiscalização do órgão federal aduaneiro em todo o país.

Obtidos com exclusividade pela emissora GloboNews, estes dados confirmam o ritmo de disparada na apreensão da cocaína no Brasil e representa um aumento de 158% na comparação com o mesmo de período de 2017.

Quando a comparação é feita com o primeiro semestre de 2018, a alta verificada é de 92%.

A Receita afirma que seus procedimentos de controle, vigilância e repressão estão evoluindo em grande velocidade e utilizando como base os pilares de gestão de risco, inteligência, integração com os outros órgãos, bem como, o uso de tecnologia de ponta em seus diversos sistemas informatizados.

A Receita diz que conta com equipes de servidores treinados que atualmente dispõem de equipamentos adequados e instalações privativas de vigilância muito bem equipadas de onde é possível visualizar as operações portuárias (COV – Central de Operações de Vigilância).

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...