Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Arábia Saudita condena 5 pessoas à morte por assassinato de jornalista

Arábia Saudita condena 5 pessoas à morte por assassinato de jornalista
Imagem: Arquivo/REUTERS
COMPARTILHE

Corpo de Jamal Khashoggi teria sido esquartejado em embaixada da Arábia Saudita na Turquia.

A procuradoria-geral da Arábia Saudita informou, nesta segunda-feira (23), que cinco pessoas foram sentenciadas à morte devido ao envolvimento no assassinato do jornalista Jamal Khashoggi

Outras três pessoas foram condenadas com penas de 24 anos de prisão, informa a agência EBC.

Khashoggi, jornalista saudita que residia nos Estados Unidos, era um forte crítico da família real de seu país de origem.

No dia 2 de outubro de 2018, o jornalista entrou no consulado saudita em Istambul, na Turquia, para recolher documentos necessários ao seu futuro casamento e nunca mais foi visto.

Logo depois, a Arábia Saudita confessou que o jornalista morreu no edifício depois de as negociações para que regressasse ao país terem falhado.

A Turquia acredita que foi estrangulado e desmembrado, apesar de nunca terem sido encontrados vestígios do corpo.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE