Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Aras solicitou depoimento de 10 pessoas citadas por Moro

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Decisão de destruir mensagens não é de Moro, diz Bolsonaro
Imagem: Reprodução/PR
COMPARTILHE

Três generais estão entre os nomes citados pelo PGR para colher depoimentos no caso envolvendo Moro e Bolsonaro.

Em pedido enviado, nesta segunda-feira (6), ao Supremo Tribunal Federal (STF), Augusto Aras, solicita que a Polícia Federal (PF) tome depoimentos de 10 pessoas citadas.

Todos os nomes foram citados na denúncia feita pelo ex-ministro Sergio Moro ao deixar o Ministério da Justiça e Segurança Pública, há uma semana, contra o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Aras pediu ao STF para autorizar novas diligências no inquérito que investiga a acusação de Moro sobre suposta interferência política de Bolsonaro na PF.

Segue abaixo a lista com os 10 nomes que Aras quer colher os depoimentos:

  • ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos;
  • ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno;
  • ministro da Casa Civil, general Walter Braga Netto;
  • deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP);
  • ex-diretor-geral da PF, Maurício Valeixo;
  • delegados da PF: Ricardo Saadi, Carlos Henrique de Oliveira Sousa, Alexandre Saraiva, Rodrigo Teixeira e Alexandre Ramagem.

O chefe da PGR disse que essas pessoas devem ser ouvidas por:

“Eventual patrocínio, direto ou indireto, de interesses privados do Presidente da República perante o Departamento de Polícia Federal, visando ao provimento de cargos em comissão e a exoneração de seus ocupantes.”

Para todos os depoimentos, Aras sugere um prazo de cinco dias a partir da intimação dos citados.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM