Araújo denuncia influência de Cuba no colapso da Venezuela

Português   English   Español
Araújo denuncia influência de Cuba no colapso da Venezuela
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Em visita aos Estados Unidos, o chanceler do Brasil afirmou nesta quinta-feira (7) que Maduro já teria deixado o poder se não fosse pelo apoio da ditadura cubana.

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, considerou que o problema da influência de Cuba na permanência de Nicolás Maduro no comando da Venezuela deve ser abordado no futuro.

Em entrevista coletiva, Araújo foi questionado sobre a influência de Cuba na Venezuela e na Nicarágua. Ele respondeu:

“Sim, estamos totalmente de acordo que Cuba tem um papel e um papel infeliz em manter Maduro no poder e é um problema que deve ser abordado no futuro. O governo de Maduro não seguiria no poder se não fosse por Cuba.”

Araújo, de visita esta semana na capital dos Estados Unidos, conversou sobre a Venezuela com o assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton; o chanceler Mike Pompeo; o senador Marco Rubio e o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro.

Com todos eles, Araújo falou sobre como ingressar ajuda humanitária na Venezuela em resposta ao pedido formulado pelo presidente interino Juan Guaidó, registrou a agência EFE.

SIGA A RENOVA

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

Veja também...