Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Araújo destaca importância das relações comerciais entre Brasil e China

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Araújo destaca importância das relações comerciais entre Brasil e China

Os dois países se prepararem para um cenário no qual, até 2050, a produção agrícola mundial terá de aumentar 70%.

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, defendeu nesta quinta-feira (25) a atuação conjunta do Brasil e da China.

Durante abertura do seminário “Agro em Questão: China e Brasil – Agricultura e Biotecnologia”, na Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em Brasília, o chanceler declarou:

“Temos aqui potencialmente o maior exportador e o maior importador agrícola do mundo. Isso, por si, cria um vínculo real e potencial extraordinário.”

O chefe do Itamaraty apresentou estatísticas da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), segundo as quais a produção agrícola global precisa aumentar 70% até 2050, para atender à demanda global por alimentos.

Segundo o UOL, Araújo acrescentou:

“Provavelmente boa parte dessa demanda terá como origem a China. E o Brasil tem vocação e responsabilidade óbvia de ser um ator decisivo no atendimento a essa demanda. Portanto, a parceria com a China tem de desempenhar papel fundamental pela característica básica: o Brasil como potencialmente a maior potência agrícola do mundo, e a China como o maior importador. E, pela sua população, [a China] como o país mais afetado pelo tema da segurança alimentar.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email