Araújo exonera embaixador crítico da diplomacia brasileira

Idiomas:

Português   English   Español
Araújo exonera embaixador crítico da diplomacia brasileira
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, comunicou na segunda-feira (4) a exoneração do embaixador Paulo Roberto de Almeida do cargo de presidente do Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais (Ipri).


A saída acontece no mesmo dia em que Paulo Roberto Almeida republicou, em seu blog pessoal, artigos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e do ex-ministro Rubens Ricupero com críticas à diplomacia do governo federal.

O diplomata exonerado também compartilhou um texto do próprio chanceler que rebate os dois primeiros e acusa o tucano FHC de defende “tradições inúteis de retórica vazia”, como noticiou a RENOVA.

O embaixador assumiu o cargo no Inpri em agosto de 2016, durante o governo de Michel Temer.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

O Ministério das Relações Exteriores afirmou, por meio de nota, que a mudança estava decidida antes da divulgação dos artigos.

Em postagem já na noite desta segunda-feira, o embaixador comentou a notícia de sua exoneração com citação a autoritarismo.

Ele, no entanto, já havia feito outras críticas recentes ao atual governo. No sábado (2) ele republicou em suas redes sociais declarações do filósofo Olavo de Carvalho, considerado o guru do atual chanceler, que chama de “Olavices debiloides”.

Em mensagem publicada no Twitter, o Assessor Especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, Filipe G. Martins, afirmou:

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...