Argélia expulsa para o deserto 391 imigrantes ilegais

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A Argélia expulsou 391 imigrantes ilegais através da fronteira sul do país e os enviou ao deserto de Níger em precárias condições.

As informações foram divulgadas neste domingo (15) pela Organização Internacional das Migrações (OIM).

Segundo o órgão, os expulsos, nascidos em países da África Subsaariana, foram detidos pelas autoridades da Argélia em diferentes cidades do país e levados para a fronteira sul.

A organização explicou em comunicado:

Todos chegaram na sexta-feira (13) à cidade de Amssaka após atravessar o deserto. A maioria deles trabalhava na Argélia de maneira irregular. Foram detidos e levados em caminhões até In Guezzam, uma passagem na fronteira, sendo obrigados a atravessá-la a pé com muito pouca água e alimentos. Há várias crianças e algumas mulheres grávidas.

A notícia da nova deportação, que não foi confirmada nem desmentida pelas autoridades argelinas, coincidiu com a sexta reunião do Comitê Bilateral entre Argélia e Níger. O encontro visa discutir exatamente assuntos da fronteira entre os dois países.

 

Com informações de BOL

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.