Argélia expulsa para o deserto 391 imigrantes ilegais

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A Argélia expulsou 391 imigrantes ilegais através da fronteira sul do país e os enviou ao deserto de Níger em precárias condições.

As informações foram divulgadas neste domingo (15) pela Organização Internacional das Migrações (OIM).

Segundo o órgão, os expulsos, nascidos em países da África Subsaariana, foram detidos pelas autoridades da Argélia em diferentes cidades do país e levados para a fronteira sul.

A organização explicou em comunicado:

Todos chegaram na sexta-feira (13) à cidade de Amssaka após atravessar o deserto. A maioria deles trabalhava na Argélia de maneira irregular. Foram detidos e levados em caminhões até In Guezzam, uma passagem na fronteira, sendo obrigados a atravessá-la a pé com muito pouca água e alimentos. Há várias crianças e algumas mulheres grávidas.

A notícia da nova deportação, que não foi confirmada nem desmentida pelas autoridades argelinas, coincidiu com a sexta reunião do Comitê Bilateral entre Argélia e Níger. O encontro visa discutir exatamente assuntos da fronteira entre os dois países.

 

Com informações de BOL

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as últimas notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque