Português   English   Español

Argentina cautelosa com posição de Bolsonaro sobre Mercosul

O chanceler da Argentina, Jorge Faurie, disse nesta quinta-feira (22) que o governo do país espera a posse de Jair Bolsonaro para conhecer as posições do presidente eleito do Brasil sobre o Mercosul.

Argentina adota uma postura de cautela após as afirmações do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, de que o bloco não seria uma prioridade da nova gestão.

Em entrevista coletiva na capital Buenos Aires, segundo informações da agência EFE, o chanceler argentino declarou:

A respeito do Mercosul, houve uma grande quantidade de avaliações em veículos de imprensa. Eu acredito que o importante é que comecemos a trabalhar com o governo assim que eles tomarem posse, para conhecer realmente quais são os posicionamentos.

Na quarta-feira (21), a futura ministra da Agricultura, Tereza Cristina, sugeriu que o Brasil pode deixar o Mercosul se as condições do bloco, consideradas como “desvantajosas” por ela, não forem revistas.

Segundo informações da Renova Mídia, Tereza afirmou:

Com certeza. A gente precisa sentar e ver os interesses. Ou o Brasil tenta fortalecer o Mercosul e dizer o que quer, ou então ele sai, num caso extremo. Mas não deve continuar como está. É desvantajoso para nós.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter