PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Argentina obriga contratação de trans em órgãos públicos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Argentina obriga contratação de travestis, transexuais e transgêneros em órgãos públicos.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

A Argentina é o segundo país na América Latina a obrigar o Estado a reservar pelo menos 1% das vagas na administração pública para travestis, transexuais e transgêneros.

A lei foi aprovada, nesta quinta-feira (24), pelo Congresso argentino, que também aprovou a criação de incentivos fiscais para empresas privadas seguirem pelo mesmo caminho. 

A senadora governista Norma Durango comentou sobre a legislação:

“Mais do que discutir cotas para travestis, transexuais e transgêneros, a lei define que esse coletivo começará a ter direitos humanos. A lei visa compensar tanta dor e tanto desamparo durante décadas.”

Por outro lado, críticos do projeto questionaram que o Estado não busque meios para promover as contratações por capacidade e por competência.

Outros parlamentares criticaram que o assunto recebe prioridade em uma agenda pública que deveria passar pelas urgências sanitárias e econômicas do país causadas pela pandemia de coronavírus.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.