Argentina proíbe entrada de integrantes da ditadura Maduro

Idiomas:

Português   English   Español
Argentina proíbe entrada de integrantes da ditadura Maduro
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O governo da Argentina informou à ditadura da Venezuela que proíbe a entrada em seu território de membros de alto nível da administração chefiada por Nicolás Maduro.

O governo de Mauricio Macri proibiu de “entrar na República os membros de alto nível do regime venezuelano (…) O governo argentino não reconhece a legitimidade do mandato que teve início nesta data por Nicolás Maduro”, informou um comunicado do ministério argentino das Relações Exteriores.

O executivo da Argentina, portanto, suspendeu o Acordo de Isenção de Visto em passaportes diplomáticos e oficiais com a Venezuela.

O governo Macri também alertará bancos, empresas e fundos de investimento para não conduzir negócios com empresas públicas venezuelanas, informa o “Sputnik“.

Assim como o Brasil de Jair Bolsonaro, o governo argentino confirmou que considera apenas a Assembleia Nacional da Venezuela como um interlocutor válido, porque é “o único órgão democraticamente eleito naquele país”.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as últimas notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque