Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Argentina retira credencial diplomática de representante de Guaidó

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Argentina retira credencial diplomatica de representante de Guaido
Imagem: REUTERS/Manaure Quintero
COMPARTILHE

“Não reconhecemos Guaidó como presidente, mas como líder da oposição”, disse o governo argentino.

O governo da Argentina removeu, na última terça-feira (7), as credenciais diplomáticas de Elisa Trotta Gamus. Ela atuava como representante do líder da oposição venezuelana Juan Guaidó no país. 

Após ser proclamado presidente interino da Venezuela há um ano, Guaidó indicou representantes diplomáticas em várias capitais, inclusive Brasília.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Argentina declarou:

“Ela estava atuando na condição de missão especial, conferida pelo governo anterior, e não como embaixadora formal na Venezuela, e não reconhecemos Guaidó como presidente, mas como líder da oposição. Com base nisso, consideramos que não há missão especial de representação.”

Em Caracas, segundo o jornal O Globo, Guaidó disse que a decisão do governo argentino não o surpreendeu:

“Isto não foi nada que não esperássemos. Mas continuamos fazendo votos para que a Argentina apoie a democracia e a liberdade.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram