Português   English   Español

Argentina teme greve de caminhoneiros semelhante à do Brasil

A Argentina teme uma greve de caminhoneiros semelhante à que o Brasil viveu recentemente, depois de motoristas autônomos bloquearem algumas das principais vias de acesso a Buenos Aires nesta quarta-feira (6).

O sindicalista Hugo Moyano ameaçou convocar uma greve nacional do setor.

Enquanto caminhoneiros autônomos protestavam contra o reajuste nos preços dos pedágios e nos preços de combustível, que entraram em vigor no início do mês, Moyano pediu nova renegociação salarial com o governo do presidente Mauricio Macri.

Hugo Moyano argumenta que o reajuste dos salários deve ser de 27% e não 15%, como acordado anteriormente, dado o aumento da expectativa de inflação.

Thomaz Favaro, da consultoria Control Risks, afirma que não é possível separar as agendas dos motoristas de caminhão autônomos da dos sindicalizados.

“As agendas têm nuances importantes, mas se complementam”, diz ele. “O risco de uma paralisação se estender por um período de tempo maior e afetar as cadeias produtivas da Argentina é real. A relação entre Macri e Moyano vem se deteriorando nos últimos meses.”

 

Com informações da Valor Econômico

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter