Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Armênios colocam fogo em casas antes de entregá-las ao Azerbaijão

Armênios colocam fogo em casas antes de entregá-las ao Azerbaijão
COMPARTILHE

População da Armênia repudia acordo de paz assinado pelo primeiro-ministro do país.

Moradores do vilarejo de Charektar, na região de Nagorno-Karabakh, colocaram fogo, no último sábado (14), em suas próprias casas. 

A ação é uma forma de protesto contra o acordo de paz assinado entre a Armênia e o Azerbaijão no início da semana.  

O tratado, que foi mediado pela Rússia, estabelece que a Armênia deve se retirar de territórios que controlava até então, motivo pelo qual as populações locais estão adotando a tática de “terra arrasada”. 

Na última quarta-feira (11), manifestantes tomaram as ruas de Yerevan, a capital da Armênia, pedindo a renúncia do primeiro-ministro Nikol Pashinyan, responsável pela assinatura do acordo de paz.  

Por outro lado, o Azerbaijão celebra o tratado de paz, que foi considerado por eles como uma vitória para o país.  

Forças de paz enviadas pelo presidente russo Vladimir Putin estão posicionados na fronteira de Nagorno-Karabakh para garantir o cumprimento do cessar-fogo por ambas as partes. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
1 Comentário
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Erik Anderson
Erik Anderson
8 dias atrás

O erro da Armênia foi confiar na Rússia, achando que por causa de um tratado, eles estariam protegidos contra qualquer ameaça. Quando Israel ofereceu armas para Armênia e o Azerbaijão, só o segundo aceitou. Os armênios confiando na proteção dos russos, negligenciaram as suas Forças Armadas e ai está a consequência.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE