Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Arrecadação com bens do crime bate recorde em 2020

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Mais de 100 leilões de bens do tráfico nos próximos meses
COMPARTILHE

Mesmo com a pandemia de coronavírus, 79 leilões foram realizados este ano.

Os leilões de bens apreendidos com traficantes e criminosos contribuíram para o recorde de arrecadação do Funad (Fundo Nacional Antidrogas), do Ministério da Justiça e Segurança Pública. 

Apesar da pandemia de coronavírus, os leilões de aviões, carros, caminhões, motos, joias e imóveis arrecadaram R$ 100 milhões até agosto, superando os R$ 91,7 milhões, de 2019.

Parte dos recursos vai financiar dezessete projetos da Senad (Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas) para aparelhar as polícias federal e dos Estados, além de programas de combate ao tráfico.

Do total do valor arrecadado, R$ 62 milhões são de moedas estrangeiras apreendidas em operações de combate ao tráfico e R$ 19,8 milhões de patrimônio apreendido de traficantes. 

A expectativa do governo Jair Bolsonaro é chegar a R$ 200 milhões até o final deste ano, destaca o portal R7.

“Com esse redesenho de processos, a gente começa a colher os primeiros resultados. Digo primeiro, porque muita coisa ainda vai acontecer, na medida que o modelo se consolida”, disse o diretor de gestão de ativos da Senad, Giovanni Magliano Junior.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram