Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Arthur Weintraub explica pena para fake news contra instituição financeira

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Arthur Weintraub explica pena para fake news contra instituição financeira
COMPARTILHE

Arthur alertou que “divulgar informação falsa ou prejudicialmente incompleta sobre instituição financeira” é crime.

O jurista Arthur Weintraub, irmão do ex-ministro Abraham Weintraub, compartilhou, nesta quinta-feira (19), um tuíte sobre a Lei nº 7.492, de 16 de junho, de 1986, que define os crimes contra o sistema financeiro nacional.

“Divulgar informação falsa ou prejudicialmente incompleta sobre instituição financeira. Pena de reclusão de 2 a seis anos e multa”, escreveu Arthur.

A mensagem parece ser um alerta a Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, que, ao debochar da saída do ministro da Educação do governo Jair Bolsonaro, disse que o “Banco Votorantim quebrou em 2009”.

Em mensagem no Twitter, Abraham Weintraub rebateu:

“Trabalhei no Votorantim por 18 anos. O Banco existe até hoje. Nunca quebrou! Atualmente invisto em títulos da dívida dessa instituição por acreditar em sua solidez e seriedade. Espalhar fake news sobre a solvência de uma instituição financeira é muito grave.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM