Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Artistas ironizam dor do povo da Venezuela

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Artistas ironizam dor do povo da Venezuela

Assim como Zé de Abreu, no Brasil, um ator francês decidiu se autoproclamar presidente da nação europeia.

O ator, cantor e jornalista francês Frédéric Pagès se autoproclamou presidente da França neste domingo (10) e declarou oficialmente apoio ao brasileiro José de Abreu, que também está participando de uma empreitada semelhante no Brasil.

Em seu perfil no Facebook, o artista da França escreveu:

“Président Zé de Abreu, enquanto Presidente autoproclamado da República Francesa, ato inspirado por você, eu que sou um apaixonado pelo Brasil, venho por meio deste, com a convicção de que represento e expresso o sentimento da imensa maioria do povo francês, reconhecê-lo oficialmente como representante único e legítimo desta bela nação brasileira.”

Os gestos de Pagès e Zé de Abreu são ironias ao líder opositor Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente da Venezuela.

Acontece que, ao contrário dos dois artistas de viés esquerdista, Guaidó é presidente eleito da Assembleia Nacional do seu país.

Mediante a fraude eleitoral promovida pela ditadura de Nicolás Maduro nas últimas eleições, Guaidó é o presidente interino de facto.

Enquanto o povo venezuelano enfrenta condições de vida absurdas, artistas seguem ironizando um país afligido pelo regime chavista.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email