PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

‘As eleições acontecerão’, diz presidente do Senado

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“É o povo que manda no Brasil. Ele manda através de eleições periódicas", diz Barroso.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que o Congresso Nacional não vai admitir “retrocessos” em relação à democracia do Brasil.

Em entrevista coletiva, nesta sexta-feira (9), Pacheco classificou de “inimigos da nação” as pessoas que defendem um golpe de Estado:

“Não podemos admitir qualquer tipo de fala, de ato, de menção que seja atentatória à democracia ou que seja um retrocesso à democracia no nosso país.”

Em referência também a uma declaração recente do presidente Jair Bolsonaro, Pacheco declarou que o debate sobre o formato das eleições deve ocorrer por meio de ideias, não por “ataques pessoais”:

“É o povo que manda no Brasil. Ele manda através de eleições periódicas. As eleições são uma realidade da democracia brasileira e são inegociáveis. Essa é uma discussão que deverá ter com todos os personagens da república, sem ataque a pessoas mas sim às ideias.”

O senador completou:

“As eleições acontecerão. Isso é um comando constitucional, há uma imposição de eleições periódicas, de sufrágio universal, de voto direto e secreto e nós não podemos retirar do povo brasileiro o seu direito mais sagrado e mais soberano, que é o direito de escolher os seus representantes. É simples assim.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.