Português   English   Español

As táticas da campanha de Bolsonaro para a guerra das eleições

normal3

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, e sua equipe de campanha estão se preparando intensamente para a guerra das eleições.

O Antagonista apurou algumas táticas e pilares da campanha de Jair Bolsonaro, e a Renova Mídia reproduz abaixo.

  • Voto Envergonhado

Há o entendimento de que o candidato possa ser o mais beneficiado pelo chamado “voto envergonhado”. Representantes do núcleo da campanha acreditam que boa parte dos que hoje estão no grupo de brancos/nulos/indecisos são, na verdade, eleitores de Bolsonaro.

  • Ataques da Imprensa

Aliados pretendem dar vazão à tese de que o candidato é “massacrado” pela imprensa. Começarão a chamar mais atenção, por exemplo, ao fato de o pré-candidato do PSL ser mais cobrado do que os demais em relação ao programa de governo e mesmo ao candidato a vice.

  • Vacina contra Desidratação

A equipe está “vacinada” quanto às análises de que “Bolsonaro vai desidratar quando a campanha começar”. Entre eles, reforça-se que previsões nesse sentido foram feitas aos montes desde o ano passado e, até então, não se concretizaram, uma vez que o ex-capitão continua liderando todas as pesquisas de intenção de voto.

  • Ataques dos Adversários

Bolsonaro e seus aliados também se preparam para não se deixarem incomodar com os ataques dos adversários, que, eles sabem, tendem a ser cada vez mais intensos. Tentarão aproveitar cada episódio para mostrar aos eleitores “a qualidade” de quem os ataca.

  • Força da Internet

Sem muito dinheiro para a campanha e com tempo de TV irrisório, Bolsonaro continuará apostando na força da internet. A equipe não menospreza a propaganda partidária, mas prefere acreditar no poder de influência de iniciativas que estão surgindo voluntariamente nas redes sociais por parte de seus apoiadores.

Deixe seu comentário

Veja também...