Português   English   Español

“Alguém já foi assassinado” por causa do dossiê falso anti-Trump

A declaração foi feita por um advogado defensor dos autores do dossiê falso financiado pela campanha de Hillary para reunir informações e conectar Trump com a Rússia.

O advogado Joshua Levy, que defende o fundador da empresa Fusion GPS, Glenn Simpson, durante uma entrevista divulgada na terça-feira (09/01) e realizada em agosto passado, antes do Comitê Judicial do Senado, um dos comitês do Congresso encarregado da investigação russa. ”

Alguém já foi assassinado como resultado da publicação deste dossiê”, declarou então o advogado, sem dar mais detalhes sobre a pessoa que supostamente perdeu a vida.

Nas últimas semanas, novas informações surgiram sobre a criação e financiamento do dossiê falso contra Donald Trump.

Ficamos sabendo que um membro do alto escalão do Departamento de Justiça manteve contatos com o autor do dossiê falso e que sua esposa trabalhou na empresa Fusion GPS.

O chefe de campanha de Hillary Clinton também se encontrou com o fundador da firma, Glenn Simpson, logo após o documento ter sido publicado pelo Buzzfeed.

Você pode ficar sabendo mais sobre todo o esquema de corrupção por trás da criação do dossiê lendo o artigo: “Entendendo o maior escândalo da história americana“.

 

Com informações de: (1)
Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Assine nossa newsletter...

Inscreva seu e-mail para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Fique tranquilo(a), assim como você, odiamos spam :) Você poderá remover seu e-mail a qualquer momento.

Deixe seu comentário...

Veja também...