Português   English   Español

Assessores garantem que Temer sanciona reajuste do STF

Em troca, como ficou acertado entre o Judiciário e o Planalto, a Corte deve restringir o pagamento de auxílio-moradia aos magistrados.

O presidente Michel Temer disse a interlocutores que vai sancionar até quarta-feira (28) o reajuste salarial para ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

O percentual é de 16,38%, como foi aprovado no início do mês pelo Senado, e deve incidir nos contracheques de todos os juízes do país a partir de 2019.

Em troca, como ficou acertado entre a cúpula do Judiciário e o Palácio do Planalto, a Corte deve restringir o pagamento do auxílio-moradia dos magistrados, para compensar o impacto nos cofres públicos.

Essa decisão deve ser tomada nos próximos dias e deverá entrar em vigor junto com o reajuste.

 

Adaptado da fonte Metrópoles

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter