Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Assim como Maia, PT também defende Greenwald

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Assim como Maia, PT também defende Greenwald
Imagem: Reprodução/Twitter

“A vingança da Lava Jato contra o jornalismo reforça a escalada da extrema-direita na direção de um estado policial”, diz o PT.

A Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) divulgou, nesta terça-feira (21), uma nota de apoio ao militante norte-americano Glenn Greenwald, cofundador do site The Intercept Brasil.

Greenwald foi denunciado pelo Ministério Púbico Federal (MPF) por envolvimento direto em ataque hacker contra autoridades do Brasil.

Em texto divulgado no site oficial da sigla, o PT afirma:

“A motivação é clara: vingar-se pelas reportagens que denunciaram os crimes da Lava Jato e confirmaram a parcialidade de Sergio Moro e seus procuradores, apontada ao Supremo Tribunal Federal pela defesa do ex-presidente Lula.”

O partido acrescentou:

“A vingança da Lava Jato contra o jornalismo reforça a escalada da extrema-direita – por meio do governo e de seus agentes em instituições como o Judiciário e o MP – na direção de um estado policial. Repressão, censura, violência policial e judicial são os instrumentos que utilizam para implantar, à força, um programa econômico que arruína o país e destrói os direitos do povo, a começar pelo direito ao emprego.”

O posicionamento do PT é similar ao de Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados.

Maia também saiu em defesa do militante político, afirmando que “a denúncia contra o jornalista Glenn Greenwald é uma ameaça à liberdade de imprensa”, como noticiou a RENOVA.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias