Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Assim como Trump, Bolsonaro usa redes sociais para conter ataques

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

O pré-candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, usa vídeos nas redes sociais para contrapor as acusações de adversários de que seria racista, homofóbico ou misógino.

A estratégia também foi utiliza com perfeição pelo candidato republicando Donald Trump para vencer o establishment na eleição presidencial de 2016 nos Estados Unidos.

Mesmo após a vitória, Trump continua explorando as redes sociais para se comunicar com seu público e conter os ataques diários lançados pela grande mídia.

Aqui no Brasil, o deputado federal Jair Bolsonaro compreende a força das mídias sociais e é, de longe, o pré-candidato mais influente da internet brasileira.

Logo após ser denunciando pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, sob a acusação de crime de racismo, Bolsonaro divulgou em suas redes sociais um vídeo em que aparece cercado de apoiadores negros. Ele posa para selfies e confraterniza com os simpatizantes.

Quanto ao rótulo de homofóbico, a estratégia não é diferente.

Nas defesas judiciais que apresenta, o deputado cita, inclusive, elogios ao discurso do então deputado federal Clodovil como evidência de que não é adepto da homofobia.

“Um homofóbico iria à tribuna para elogiar, afagar e prestigiar um colega homossexual?”, pergunta sua defesa.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM